Nós te ligamos

Acontece
Notícias

Artigos

Voluntariado soma pontos à vida e ao currículo

07/03/19

Por Ricardo Luz, Coordenador do curso de Gestão de Recursos Humanos da UniCarioca

Abraçar o voluntariado não é só uma forma de ajudar outras pessoas a terem uma vida melhor, mas também de encarar o mercado de trabalho com maior desenvoltura. Engajamento, capacidade de comunicação, força de vontade, generosidade, espírito de grupo e compaixão são requisitos imprescindíveis também à formação de um profissional adequado ao novo perfil valorizado por um número cada vez maior de empresas. O conhecimento e as habilidades desenvolvidas durante um trabalho somam experiências preciosas que fazem significativa diferença em processos seletivos e na rotina profissional diária.

Em um trabalho de doação, os recursos são sempre limitados, trava-se contato com pessoas desconhecidas, donos de perfis e necessidades diversas. Há problemas urgentes que precisam ser resolvidos, prazos curtos para execução de tarefas e decisões a serem tomadas também com agilidade. Tudo isso exige iniciativa e jogo de cintura.

O grande segredo para aproveitar ao máximo cada experiência está em saber vivenciar todas as situações com profundidade e comprometimento, levar todos os aprendizados oferecidos para outros contextos da vida e da carreira, como em uma dinâmica de grupo ou entrevista. Além do grande número de vivências, adquire-se maior confiança no próximo, determinação e segurança.

As experiências de voluntariado podem - e devem - ser incluídas no currículo, destacando o período em que aconteceram e um breve relato de quais foram os desafios enfrentados. Isso certamente enriquece a apresentação, eleva o currículo a outro patamar. É importante saber contar com clareza as tais ações e estar atento às transformações internas e evolução pessoal.

Para exercer e demonstrar a sua cidadania corporativa, a UniCarioca sempre incentiva a prática de atividades voluntárias. Além de atender às exigências regulatórias, já que o MEC também leva em conta na sua avaliação o quesito Responsabilidade Social, o incentivo à prática do voluntariado é uma forma de colaborar para o avanço da sociedade. É bom lembrar que as instituições de ensino consomem recursos naturais, utilizam a capacidade de trabalho da sociedade, bem como seus recursos financeiros e tecnológicos. Logo adquirem uma “dívida” para com a sociedade e, por isso, prestam contas quanto ao uso desses recursos e se solidarizam com as amplas questões sociais.

Neste ano, a área de Carreiras da UniCarioca atuará com os alunos em ações de responsabilidade social. Além de um movimento de interação com a sociedade, será feito um trabalho com empresas locais, contribuindo para um mundo melhor e, consequentemente, enriquecendo o currículo dos alunos com experiências que aumentam a empregabilidade.

É válido dizer que qualquer pessoa é capaz de se dedicar a um trabalho voluntário. Mas é possível também optar por atividades que se encaixem no perfil profissional. Por exemplo, alunos de cursos relacionados à Tecnologia da Informação podem ensinar outras pessoas a usarem programas ou a navegar na internet. Estudantes de Jornalismo, por sua vez, podem criar jornais comunitários com informações sobre cidadania, direitos etc. Na área de direito, pessoas carentes receberão ajuda em assuntos legais, contratos, escrituras ou heranças. Quem cursa pedagogia dará reforço a crianças carentes ou com problemas de aprendizado. E por aí vai.

Além de desenvolver, espontaneamente, uma atitude inspirada pela solidariedade, o voluntário desenvolve um atributo altamente desejável pelas empresas e potencializa sua empregabilidade. Essa experiência gera sentimento de realização pessoal, de se sentir útil à sociedade, em especial aos menos favorecidos. Desenvolve ainda valores de igualdade, fraternidade, tolerância, respeito e de valorização da dignidade humana. A razão de ser enobrece todos nós, seres humanos.

A vivência internacional, seja de estágio, trabalho ou estudo, é um requisito exigido para o ingresso em muitas organizações, até mesmo em alguns programas de estágio ou de trainee. Quando essa experiência se associa à do trabalho voluntário, as chances de ingresso aumentam para esses alunos.

Atualmente, milhares de empresas estão engajadas com a Responsabilidade Social, por diferentes razões. Muitas assumem um mecenato, desenvolvendo projetos sociais relacionados à sua atividade empresarial, tais como educação, saúde, habitação, alimentação, lazer, segurança, inclusão digital, esporte, geração de emprego e de renda, entre outros.

Nesse sentido, quando a experiência social do voluntário corresponde à área de atuação social de determinadas empresas, ele passa a ter uma maior valorização por parte delas.