Nós te ligamos

Acontece
Notícias

Artigos

Perspectivas para a Engenharia

13/03/19

As dificuldades do mercado de trabalho para engenheiros têm criado inquietação entre os que querem ingressar no curso e aqueles que, em pleno andamento da graduação, estão reticentes quanto ao futuro profissional após o término da jornada acadêmica. É inegável que os cursos de Engenharia foram fortemente impactados pela crise econômica, mas, em momento algum, deixaram de ser valiosos ao conjunto da sociedade. É bom que se diga: a formação superior é sempre um importante diferencial em nosso país. Com a qualificação, disputam-se os melhores postos do mercado e, em consequência, conquistam-se os melhores salários, independência e estabilidade financeira. Sem contar a enorme satisfação pessoal de quem consegue finalizar o curso superior.

Para quem já trabalha, mesmo que em outro segmento, há um aumento da possiblidade de ser promovido, ampliar o leque de atividades, encontrar novas oportunidades. A chance de concorrer a cargos públicos ligados à área também se amplia significativamente. Na UniCarioca, temos conversado muito com os alunos sobre os rumos da Engenharia, os grandes desafios e as boas perspectivas. É uma troca permanente de informações e experiência, o que nos enriquece intelectualmente. Também de forma constante, conversamos sobre as demandas que são apresentadas pelo mercado de trabalho.

Não há razão para pessimismo, o mercado já sinaliza que passará por uma inflexão e voltará oferecer novos postos de trabalhos, com maior demanda por profissionais cada vez mais qualificados. Os que estiverem formados nesse período já vão desfrutar a melhora subsequente a partir deste ano.

Durante o curso de Engenharia, o mais importante é o aluno e os próprios docentes se manterem atualizados com as inovações e os avanços tecnológicos. Eles vieram para diminuir as barreiras que impedem o aprendizado. Para promover mudanças no ensino, precisamos reconhecer e incentivar as novas ferramentas digitais nas aulas. Quando as disciplinas ofertadas e os professores fazem um trabalho atraente, todos saem ganhando.

As metodologias ativas, como a sala invertida, trazem o aluno para mais perto do conhecimento, eles participam da construção de ideias e também têm a oportunidade de pôr a mão na massa, realizando atividades e projetos que vão direcioná-lo para sua carreira e incentivar a participação e pró-atividade. A tecnologia vai integrar cada vez mais áreas da Engenharia, inclusive integrando com outros ramos do conhecimento.

O mercado tem demandado mais qualificação, independentemente de área, cargo ou salário. Profissionais que, além do conhecimento básico, tenham aptidão para interagir com outras áreas e proponham soluções inovadoras que contribuam para os resultados, chegam à frente para conquistar a vaga de emprego ou ascensão na carreira. Por conta desses fatores, os cursos de Engenharia, em especial os da UniCarioca, oferecerem uma ampla e sólida formação acadêmica, são muito versáteis e bem aceitos pelo mercado de trabalho.

Em vez de aceitar a adversidade, o importante é encará-la como uma oportunidade, aprender com ela e superá-la. Seguiremos juntos, com a certeza de que a educação é a saída para qualquer crise.