Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade | UniCarioca | Centro Universitário Carioca

Inscrições Abertas

  *Consulte condições

Acontece
Notícias

Artigos

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

14/11/22

Vai fazer a segunda Graduação: Como escolher o melhor curso?

Está na hora de escolher uma universidade e decidir pela carreira que irá seguir? Entenda como usar a nota do Enem para ingressar na faculdade.

O Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como Enem, foi criado em 1988 no Brasil como uma forma de mensurar a qualidade do Ensino Médio, bem como o nível de aprendizado dos estudantes. As escolas cujos alunos recebiam as melhores notas, garantem um melhor posicionamento e consequentemente, incentivos vindos do Ministério da Educação, MEC.

Com o tempo, as provas do Enem foram sendo aperfeiçoadas, bem como todo o método de avaliação e sua funcionalidade foi ampliada. Atualmente, o Enem é a principal porta de entrada em um curso de graduação, para as universidades públicas e privadas do país. 

Neste conteúdo vamos entender mais sobre esta modalidade de ingresso nas universidades e como usar a sua nota do Enem para ingressar na faculdade. Boa leitura!

 

Vestibular X Enem

Antes do Enem entrar em vigor como uma das maneiras de ingressar numa faculdade, a única forma de entrar no ensino superior era através de vestibular.

Como os vestibulares aconteciam no final ou metade do ano, muitas provas coincidiam e os alunos eram obrigados a optar por um ou outro. No entanto, cada uma das provas possuíam critérios e estruturas diferentes, exigindo uma preparação mais intensiva e específica dos alunos. 

Com a entrada do Enem como forma de acesso ao ensino superior, a mesma prova dá a oportunidade de entrar em diversas universidades, a critério do aluno. Quem tem as melhores notas têm direito às melhores oportunidades, tanto para a universidade particular quanto pública.

Ainda assim, várias universidades ainda recebem os alunos através de vestibular e outras provas específicas, dependendo da disposição de vagas.

 

O que consta na prova do Enem

Diferente do vestibular que é organizado pelas universidades, o Enem está sob o guarda chuva do Ministério da Educação e em geral é realizado em dois domingos seguidos. Compõem a prova, 180 questões objetivas e uma redação.

No primeiro dia de provas, o candidato deve fazer a redação e responder ainda 90 questões, que envolvem conteúdos como Ciências Humanas e de Linguagens e Códigos. No domingo seguinte, mais 90 questões de múltipla escolha, referentes às disciplinas de Ciências da Natureza e Matemática.

A correção das provas do Enem é feita de forma única. O formato usado denomina-se Teoria de Resposta ao Item, ou seja, as questões que tiverem um grande número de acertos são consideradas fáceis e por isso tem um menor valor. Já as que têm menos acertos, são consideradas difíceis e por isso têm maior pontuação.

Já a redação é avaliada por dois corretores que desconhecem a nota dada por um ou por outro. A nota do Enem varia de zero a 1.000 e é construída a partir de cinco critérios, que valem no máximo 200 pontos cada.

 

Como você pode usar a nota do Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio é uma prova bem ampla, que envolve estudantes que concluíram o Ensino Médio em todo o território nacional. Universidades, tanto públicas quanto particulares passaram a reconhecer sua importância, como forma de ingressar em cursos superiores através da nota do Enem, substituindo o tradicional vestibular.

Além disso, existem diferentes maneiras de usar a nota do Enem para cursar a tão sonhada faculdade. Veja alguns:

 

Bolsa de estudos através do ProUni

Para quem tem o objetivo de frequentar uma faculdade particular, mas não tem condições de arcar com as mensalidades, conseguir uma bolsa de estudos pode ser uma solução interessante. 

O ProUni, Programa Universidade Para Todos, oferece bolsas parciais e integrais para alunos que comprovarem que, através de sua renda, não conseguem arcar com os custos da faculdade. Ainda, o candidato precisa ter participado do último Enem para participar do processo de seleção. As inscrições normalmente abrem nos meses de janeiro e junho.

Algumas exigências fazem parte dos critérios para participar da seleção. Os candidatos precisam ter atingido em média 450 pontos nas provas objetivas e nota superior a zero na redação. Na avaliação da renda familiar, é preciso ter um ganho familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa, para ter acesso a bolsa integral e até 3 salários mínimos para bolsa de até 50%. Ainda, o ProUni oferece o sistema de cotas.

 

Ingresso através do Sisu

O Sistema de Seleção Unificada, Sisu, é um programa do Governo Federal, onde os candidatos são escolhidos pela nota do Enem. Atualmente, a grande maioria das universidades públicas e privadas, já oferecem vagas por meio deste sistema.

Para ter acesso ao Sisu, é preciso ficar atento, pois precisa fazer a inscrição, que geralmente é aberta nos meses de janeiro e junho, assim como o ProUni. O candidato precisa ter participado do último Enem e não pode ter zerado na redação. Quanto melhor a nota, maiores são as chances de conseguir a vaga. As universidades são livres para determinar o peso atribuído a cada uma das provas.

Algumas universidades já extinguiram completamente os vestibulares e só usam a nota do Enem para o ingresso. Outras ainda usam uma porcentagem de vagas para o Sisu e outra para os que ingressarem através do vestibular. O programa ainda conta com o sistema de cotas que reserva uma parcela das vagas para os candidatos que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas, bem como pessoas pretas, pardas ou indígenas.


Financiamento Estudantil pelo Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), é mais um programa do Governo Federal, para que os estudantes consigam contrair financiamento com juros baixos. Outra vantagem deste programa é que, parte do pagamento só será quitado depois da sua formatura.

Mas para que você consiga acessar esta modalidade de financiamento, é necessário que tenha somado na nota do Enem, pelo menos 450 pontos e não pode ter zerado na redação. Ainda tem a opção de entrar na faculdade usando a nota do Enem como complemento da nota do vestibular, melhorando o seu desempenho.

Existem instituições, porém, que aceitam a nota total do Enem para ingressar em um curso e não precisam fazer o vestibular da faculdade, no caso de você ter conseguido uma boa pontuação no exame. Mas estas regras dependem de cada universidade.

 

Está preparado para ingressar na faculdade com o Enem?

É possível observar inúmeras possibilidades de ingressar no Ensino Superior, seja em faculdades públicas ou privadas, usando a nota do Enem. Escolha a que melhor você se adapta, estude e se prepare!

Aqui na UniCarioca nós oferecemos várias possibilidades para você ingressar em um dos nossos cursos: ProUni, Fies, Convênios, Amigo UniCarioca, Parcelamento Unicarioca, Crédito Universitário Pravaler e Programa Santander. Aproveite e venha para a UniCarioca.

Acesse nossos cursos, escolha o que mais lhe interessa e venha construir o seu futuro!

E continue acompanhando o nosso blog, com dicas de carreiras promissoras para o seu futuro. Então #BoraEstudar?